terça-feira, 31 de agosto de 2010

Brasil a República do Boi.

  Porque o Brasil é a República do Boi ?  é porque somos tratados como bois , pelos governantes , pelos nossos , empregadores , pelos sindicatos , pelos partidos políticos , que nos cobram o nosso voto. E a coisa vem lá de baixo , quando vamos para a parada de um ônibus , já começamos  a notar , que a coisa vem lá de baixo , que o motorista e o cobrador , se sentem os donos do ônibus , enquanto nós pagamos esse alto preço
pela passagem , em troca somos carregados como bois.

Ganhamos este salário mínimo de fome e ainda temos que nos submeter a ser   tratados , pelos nossos empregadores e muitas vezes , pelos nossos sindicatos , como bois , famintos.

 Mas o que é muito pior é ouvir de um Presidente da República , a maior das mentiras , já contada em todos os tempos , é brincar conosco é no mínimo subestimar a inteligência do  povo Brasileiro , dizer que tirou vinte e quatro milhões de brasileiro , da linha da pobreza , ninguém acredita nisso , a não ser que exista vinte e quatro milhões de cargos , no governo federal e este seja o número de empregados , no governo , que tem bons , cargos . Estes poderiam ser pobres e ter passado para a classe média.

  Todo o brasileiro se sente um boi , por vários motivos , entre eles estes que eu citei , mas o pior momento , esse é fatal , é quando chegamos a ter que procurar um posto de saúde e vimos que lá não tem médico para um filho nosso , ou quando vimos a barriguinha de um de nossos filhos roncar  e é dia 15 do mes , mas já acabou nosso salário mínimo que ganhamos e sabemos que ainda faltam quinze dias para o fim do mes , alem disso precisamos de comprar remédios para um familiar e não temos de onde tirar o maldito do dinheiro.
 
Sabemos que ainda tem coisa muito pior que tudo isso que falei  e  que é o Voto Obrigatório , e que elegemos Cidadãos , iguais a nós , que nos mostram boas intenções e grandes propostas , mas que aquilo é para durar só até tres de outubro ou melhor , dura até a eleição , tivemos exemplos , aqui no Rio Grande do Sul , quando o PT chegou ao poder , com um ódio terrível , acabou com os CIEPS de Darcy Ribeiro e de Leonel Brizola , que o Governo Collares havia construindo , perguntem onde tem uma escola dessas , todas foram transformadas em escolas convencionais , pegue como exemplo Restinga e Sarandi , visitem essas escolas.  

  O que construíram , mais tarde foi o Club da Cidadania , que nada tinha a ver com o Cidadão Gaúcho e foi com o dinheiro tirado dos Cidadãos , que eles compraram uma Sede para o PT , que acabaram , mais tarde transformando em casa da cidadania e mais tarde passaram para o movimento dos campesinos e a mesma se encontra abandonada , ali na AV: Farrapos , 88. Chegaram ao Governo Federal e Construíram o maior projeto , que o PT já construiu em trinta anos de existência o Mensalão , que com um bom Marketing , resultou na Reeleição do Lula.
  
   Todo ano Eleitoral ,  grande parte dos brasileiros , se sentem verdadeiros bois , no brete  indo para o matadouro , vamos obrigado , muitas vezes juntamos uma propaganda que encontramos jogada nas ruas de nossa Cidade , vimos o número do tal candidato e votamos , um ano depois nos perguntam , em quem votamos , não sabemos dizer , não sabemos para que servem os políticos , mas sabemos que eles ganham muito e que não fazem nada , nada por nós e sim por eles . Contei  toda esta história , para te dizer , que sou Contra o voto Obrigatório , isso é como obrigar um cidadão a se suicidar , é nos transformar em homens bomba , acho que devemos votar de acordo com a nossa consciência , mas isso só acontecerá , no dia em que não existir mais a obrigatoriedade do Voto.
  
  Talvez isso aconteça quando nosso País se transformar em um País Livre , Soberano e Democrático , quando todo o brasileiro tiver a mesma oportunidade , os mesmos direitos , quando o Brasil se transformar em um País , onde exista Justiça Social , Saúde , Educação Integral , de qualidade , para todos nós brasileiros , sem o Voto Obrigatório é que vamos Reconstruir esta Nação que é Grande e  Rica , mas que tem um Povo muito pobre , doente , analfabeto e faminto.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Maurício Ricardo e banda tocam Festa de Arromba no Jô Soares




ATENÇÃO : NOVA VERSÃO PARA A MÚSICA "FESTA DE ARROMBA" . DEPENDENDO DO AMBIENTE QUE
ESTIVER, NÃO ABRA OU ABAIXE O SOM.

                Festa.wmv (4445.3 Kb) attached

Qual a diferença do Barrichelo, do Massa e do Jô  Soares? Nenhuma!
Os dois pilotos foram censurados e não venceram uma prova  de
Fórmula 1. O Jô Soares foi censurado e seu programa não foi para o
ar. Nenhum  dos três reclamou nada. Já o Estadão está censurado
há um ano, gritando,  esperneando na justiça e não consegue nada.
Mas o motivo da censura ao JÔ  SOARES está aqui neste programa que
foi  gravado e não foi ao ar.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Cem Reais desde 1994.

  1. R$ 100,00
SAIBA A DIFERENÇA ENTRE POUPAR 100 REAIS
E DEVER 100 REAIS PELO MESMO TEMPO


Se um correntista tivesse depositado R$ 100,00 (Cem Reais) na     poupança em qualquer banco, no dia 1º de julho de 1994
  (data de lançamento do real),teria hoje na conta a FANTÁSTICA QUANTIA de R$ 374,00 (Trezentos e Setenta e Quatro Reais).


 Se esse mesmo correntista tivesse sacado R$ 100,00 (Cem reais) no
Cheque Especial, na mesma data, teria hoje uma pequena dívida de     R$139.259,00  (Cento e Trinta e Nove Mil e Duzentos Cinqüenta e Nove Reais), no mesmo banco.
Ou seja: com R$ 100,00 do Cheque Especial, ele ficaria devendo 6 carros populares

    E com o da poupança, conseguiria comprar apenas 2 pneus.

    Não é à toa que o Bradesco teve quase R$ 2.000.000.000 ,00 (Dois Bilhões de Reais) de lucro liquido somente no 1º semestre, seguido de perto do Itaú .
    Dá para comprar um outro banco por semestre!

    E os juros exorbitantes dos cartões de crédito?
    VISA cobra 10,40 % ao mês
    CREDICARD cobra 11,40 % ao Mês.


    Em contrapartida a POUPANÇA oferece 0,62 % ao mês.

    O presidente mandou você tirar a bunda da cadeira, lembra?

    Detalhe: O Ministro Mantega deve apresentar a proposta hoje ao Congresso,querendo mais 04 (quatro) anos de prorrogação para a cobrança da CPMF (contribuição PROVISORIA sobre movimentação financeira).
    O Congresso Nacional acaba de conceder aumento de salário de 28,5% para eles, o Presidente da Republica e o Vice-Presidente.

    Vamos tirar a bunda da cadeira!
    Vamos protestar contra essa situação!
    Se você passar prá frente este e-mail, já estará contribuindo.























    segunda-feira, 16 de agosto de 2010

    http://www.livrosbrasil.com.br/_loja_exibir_produto.asp?art_no=8573490780


    ISBN 8573490780 Autor Alberto Pasqualini , Org. Rui Barbosa de Souza
    Formato: 16x23 cm - 192 págs - Kg 0,295 Ano:2008
    Bases e sugestões para uma Política Social - Segunda edição - Coleção Brasil Debates

    ISBN:8573490780 EAN / ISBN - 13:9788573490787 ORGANIZADO POR RUI BARBOSA DE SOUZA - ANO: 2008 É de se imaginar que, aos olhos de um leitor jovem, o nome Alberto Pasqualini não encontre a merecida ressonância. Se, no entanto, esse mesmo leitor se debruçar na leitura de Bases e sugestões para uma política social, desse político brasileiro, livro de título não só modesto, mas igualmente significativo, irá encontrar um texto com a robustez que Alberto Pasqualini imprimiu à sua vida política. Participante do movimento revolucionário de 1930, foi fundador do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), não o que sustenta (de forma precária) o nome atual, mas o que representou de fato o trabalhismo do qual Alberto Pasqualini foi, sem nenhuma dúvida, o seu mais importante teórico. No ano de 1950, foi eleito senador pelo Rio Grande do Sul, sendo um dos nomes mais ativos nos debates sobre a criação da Petrobrás, contribuindo na implantação do monopólio estatal da exploração do petróleo. Alberto Pasqualini teve uma vida breve, mas resoluta. Ainda que não aceitasse o socialismo, tinha idéias muito claras sobre a realidade política brasileira. Seu idealismo preconizava uma ideologia trabalhista, buscando objetivamente eliminar a "usura social", ou seja, impedir a exploração do trabalhador. Depois de sessenta anos (é de 1948 a publicação de Bases e sugestões para uma política social), ainda é possível ler (e não só entender, mas também sonhar) frases como [...] "é a característica do capitalismo individualista que tem como elemento psicológico o egoísmo". [...] "a melhor forma de realizar a justiça social será ainda empregando os métodos da liberdade e não os processos da violência e da coação". [...] "O que faz o trabalhista é a mentalidade, não a profissão". E se for necessário provocar o convencimento do que pensava Pasqualini, leia-se: "Se é utopia pretender erradicar a causa do mal, se não seria sensato nem conveniente, nesta fase da evolução humana, eliminar o capitalismo como propriedade privada dos meios de produção e como instrumento de lucro, deve-se, pelo menos, coactar-lhes os excessos e impedir a exploração do homem pelo homem, que con-duz a uma nova forma de escravidão". Nada mais pode ser tão atual.
     
    Valor: R$ 35,00

    Pedidos: vendas@livrosbrasil.com.br

    http://www.livrosbrasil.com.br/_loja_exibir_produto.asp?art_no=8573490799

    www.livrosbrasil.com.br


    ISBN 8573490799 Autor (es) Alselmo F. Amaral e outro
    Formato:16x23cm -128 págs - Kg: 0,200 Ano;2009
    BRIZOLA E A LEGALIDADE - Coleção Brasil Debates

    DISPONÍVEL Autor(es):Anselmo Amaral,com anotações do Prof. Antônio Pádua Ferreira da Silva ISBN:8573490799 EAN/ISBN-13:9788573490794 Segunda edição Povo de Porto Alegre, meus amigos do Rio grande do Sul! Não desejo sacrificar ninguém, mas venham para a frente deste Palácio, numa demonstração de protesto contra esta loucura e este desatino. Venham e se eles quiserem cometer esta chacina, retirem-se, mas eu não me retirarei e aqui ficarei até o fim. Poderei ser esmagado. Poderei ser destruído. Poderei ser morto. Eu, minha esposa e muitos amigos civis e militares do Rio Grande do Sul. Não importa. Ficará o nosso protesto, lavando a honra desta Nação. Aqui, resistiremos até o fim. A morte é melhor do que a vida sem honra, sem dignidade e sem glória. Aqui ficaremos até o fim. Podem atirar. Trecho do discurso de Brizola em resposta à Ordem de bombardear o Palácio Piratini (Última Hora – 28/8/61) Editor / Rui Barbosa de Souza  
    Valor: R$ 27,00

    Pedidos: vendas@livrosbrasil.com.br

    segunda-feira, 2 de agosto de 2010

    A todos os Eleitores

    Senhores Eleitores , estamos vivendo um momento , em que só nós o povo brasileiro ,  é que temos obrigação e a nossa obrigação , comessa , pelo voto obrigatório , onde somos obrigados a votar e esses políticos não tem obrigação , nenhuma com os eleitores. Não sabem para que serve um Vereador , um Deputado , um Senador e muitas vezes , nem lembram , em quem votaram nas eleições passadas.
    A grande maioria dos políticos que existem hoje , acham que a política é a arte de enganar o povo , eles tem muito dinheiro , contratam empresas de marketing , não se preocupam em conhecer seus eleitores e muitas vezes , nem se importam , que seu eleitor não lhe conheça , estão distantes da população , pelos jornais , Rádios e Televisão , prometem , mundos e fundos , mas passou as eleições , não lhe conhecem .
    Eu sinto saudades dos velhos tempos , quando existiam , políticos como Leonel Brizola , Darcy Ribeiro , Ulisses Guimarães , Teotônio Vilela , Miguel Araes , Tancredo Neves , Luiz Carlos |Prestes , o outro Lula ( antes de ser governo ) e outros , bons políticos que existiram .
    Formamos vários projetos de Partidos Políticos , mas agora , precisamos fazer a Reforma Política , discutir essa Reforma com a nossa Sociedade , mostrar que embora só onze por cento de nossa população brasileira ainda confia nos políticos e dizer a sociedade que precisamos , diminuir essa insatisfação , ir para as Vilas e Bairros de nossas Cidades , Reunir com as comunidades , construir uma política , voltada para o povo e provar que por pior que , esteja a situação do povo brasileiro , aqui ainda existe Democracia  , aqui nossos políticos ainda são eleitos pelo povo , precisamos dizer e provar a toda a sociedade , que com bons políticos , o voto não precisa ser obrigatório.
    Se conseguir-mos construir essa idéia , será um grande avanço , na política brasileira , precisamos conviver lá com as comunidades , discutir e explicar ao povo , o que é uma Reforma Tributária , para que o povo passe a  entender , que estamos precisando urgente dessa reforma. Mas precisamos também de uma Educação de Qualidade , com ensino técnico e Escolas de Turno Integral.
    Temos Urgência em acabar com a corrupção , que vem se arrastando desde 1.500 , quando roubaram as terras dos Índios , entregando aos estrangeiros , quando roubaram a tinta do pau Brasil e depois o próprio pau Brasil , não tenho espaço para contar , tudo aqui , vou falar das ultimas que presenciei , no Governos Collor  o  Mensalão no Governo Lula , o incrível que foi o Mensalão , que Reelegeu ele , só que aqui no nosso Rio Grande , eles não tiveram  sucesso , com o Clube da Cidadania .
    Tudo isso nós precisamos contar a nossa sociedade , mostrar a ela , pra que serve , o voto , ou para que serve o político , mostrar que nós enquanto Eleitores é que podemos , influencia-los , ao contrário do que eles pensam , eles tem que abrirem seus gabinetes , mas não só na época de eleições , é preciso que tratem os eleitores , com mais respeito.
    Ser político é como ser médico , tem que gostar muito , a maioria se beneficia do poder , não está nem aí para o povo , pensam que o poder é vitalício , não lembra que se o povo não votar , eles podem se liquidar
    e voltam , lá nas comunidades , próximo as eleições , esse político não , não presta , não votem nele . Mas existem aqueles como Darcy Ribeiro e Leonel Brizola , que investiram , mais de cinqüenta por cento , em Educação , lá no Estado do Rio de Janeiro , foi lá que eles construíram mais de quinhentos CIEPS , implantaram o Ensino de Turno Integral , um investimento sem comparação , não se conhece nenhum igual em qualquer parte do mundo.